"I FITOPATOLOGIA NA APOV" proporciona aprendizado de forma lúdica

No dia 22 de março de 2018, os alunos do Grupo de Estudos Avançados em Fitopatologia-GEAFIP, da UFV, estiveram na APOV para transmitir às crianças e adolescentes as descobertas de suas pesquisas. O evento foi realizado nos turnos da manhã e tarde, para as crianças e adolescentes do Projeto Caminhar e foi pensado de forma bem lúdica para envolver o público alvo. As turmas tiveram acesso aos microscópios e outros instrumentos e objetos de estudo, participaram de brincadeiras e muita conversa sobre os achados das pesquisas dos estudantes do GEAFIP. Atividades como essa são excelentes oportunidades de levar e mostrar aos educandos as possibilidades de carreira profissional futura, oportunidades de descobertas e construção de aprendizado e ainda, trocas de saberes e afeto.

Vejam o que os estudantes do GEAFIP disseram sobre sua experiência com essa atividade aqui na APOV:


"Sempre me interessei por atividades extensionistas e acredito que esta é uma das melhores maneiras de aproximar a universidade da comunidade local. O 1º Fitopatologia na APOV não proporcionou apenas o intercâmbio de saberes, mas inspirou as crianças e os adolescentes, provocou curiosidade e levou conhecimento de forma afetiva e lúdica. Foi extremamente satisfatório ensinar sobre segurança alimentar e ver os olhos das crianças brilhando, desejando aplicar aquele conhecimento no dia-a-dia. O que mais me marcou foi observar uma menina analisando a esponja de pia sob a lupa para confirmar se os “micróbios realmente brincam de esconde-esconde”. Aguardo ansiosamente as próximas edições do Fitopatologia na APOV!" Renata Belisário - Mestranda em fitopatologia e vice-coordenadora geral do GEAFIP.



"Se não consegue explicar algo de forma simples, então você próprio não entendeu bem". A frase atribuída a Einstein sempre acompanha os estudantes da academia quando diante de um público muito jovem e curioso, e o I Fitopatologia na APOV não foi diferente. Foi um grande desafio despertar o interesse sobre a fitopatologia nas crianças, assim como muito gratificante ver o entusiasmo por novidades e por aquilo que lupas e microscópios mostram: um mundo inteiramente novo sobre as plantas e itens do cotidiano. Nessa ação voluntária, entre explicações, jogos e risos, ganhamos todos." Orlando Maciel - Mestrando em fitopatologia.




"Ao fazer parte da ação social na APOV, percebi o quão simples e importante é tocar a vida de uma criança. Um único dia doado e, com certeza, uma imensidão de sentimentos, como gratidão e empatia. Espero que tenha sido inspirador para elas enquanto primeiro contato com a fitopatologia, assim como foi para mim enquanto ser humano." Victoria Matos - Mestranda em fitopatologia.



"Todos os dias ao chegar no departamento nossos pensamentos estão em aulas, provas, prazos, seminários, experimentos ou apenas vivendo a nossa rotina diária na fitopatologia. Mas vivenciamos um dia diferente; a preocupação de cada um que chegou no departamento naquele dia estava em imaginar como seria conhecer as crianças da APOV e em como mostrar um pouco da fitopatologia para eles. Se tínhamos imaginado como seria? Várias e várias vezes, mas pelo menos para mim foi tudo diferente. A atenção de cada criança, a oportunidade de mostrar um pouco da área que eu escolhi para seguir e o carinho que cada uma delas nos ofereceu foram muito gratificantes. Hoje eu agradeço a APOV pela oportunidade de nos permitir conhecer cada criança e em poder apresentar um pouco do nosso dia-a-dia a elas." Ayane Fernanda Quadros - Mestranda em fitopatologia e coordenadora financeira do GEAFIP.


Nós ficamos muito contentes e agradecidos pela participação do GEAFIP e esperamos ansiosos por mais novidades!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CNPJ: 26.121.087/0001-49

Reconhecimento pelos Conselhos de Assistência Social a nível municipal (CMAS - Registro: 001/98),

estadual (SEDESE – Registro: 0.003.701) e federal (CNAS – Registro: 265-06/08/1990)

© 2018

 por APOV.